Página Inicial




1 - Como procedo para desalfandegar aquilo que importei VIA MARÌTIMA?
2 - Como procedo para desalfandegar aquilo que importei VIA AÉREA?
3 - Como procedo para desalfandegar aquilo que importei VIA CORREIOS?
4 - Como saber custos pagos ás alfândegas vs aos despachantes?
5- Posso pessoalmente proceder ao desalfandegamento da minha mercadoria junto das Alfândegas, ou tenho que recorrer obrigatoriamente ao Despachante Oficial?
5 - Será que qualifico para benefício de alguma isenção ou redução do direitos e demais imposições aduaneiras na importação dos meus produtos? Se sim, que informações adicionais preciso ter o que importei?
6 - Quais são as mercadorias cuja importação é proibída? O que devo fazer se legítimamente preciso importar tais mercadorias?
7 - Pretende investir em S. Tomé e Príncipe, quer saber se existe um quadro legal que permita a redução dos encargos aduaneiros na importação, ou no caso pretenda instalar um centro de armazenagem e distribuição, será que existe algum regime que facilite esse tipo de negócio e ajude com a gestão dos custos?
8 - Pretendo investir em S. Tomé e Príncipe, existe um quadro legal que permita a redução dos encargos aduaneiros com a importação?
9 - Planeio enviar maquinarias e demais equipamentos para serem usados temporariamente em S.T.P. e gostaria de saber como funcionam as importações temporárias.




@ Direcção Geral das Alfândegas - República Democrática de São Tomé e Príncipe